Imagnie com Liam Payne.




Introdução: Você é uma aluna de intercâmbio em Londres, você trabalhava em um restaurante para se sustentar. Você e a sua chefe não se davam nada bem.

Você havia acabado de chegar da faculdade, o seu curso era de tarde, e hoje você ficaria a noite toda no restaurante, você estava atrasada e assim que chegou em casa você logo se arrumou e foi para o trabalho. Sua chefe realmente te detestava pelo fato de que você conquistava todo mundo com a sua simpatia. E também detestava o fato de ter que ter uma brasileira trabalhando com ela, afinal o restaurante era típico inglês. Ela só não te demitia por causa do programa de interação para estrangeiros que havia na sua universidade.
Você chegou correndo pelas portas dos fundos, deu um beijo no “Chef da cozinha” que era seu amigo e correu para a frente do restaurante.
- Relaxa ela não tá aqui hoje.  Disse sua amiga
- Ufa, imagina se ela vê que eu cheguei atrasada de novo?  Ambas riem.
Passado duas horas todos os clientes tinham ido embora e você queria muito ir pra casa, mas o lugar era aberto 24 horas, e como hoje era sexta e no dia seguinte você não teria aula, você tinha que ficar a noite toda lá.
Você estava ficando entediada, já era duas da manhã e ninguém aparecia. Você realmente não entendia o motivo de ser aberto 24 horas.  Até que você ouviu berros na cozinha e nessa hora você soube que sua chefe havia chegado. Ao mesmo você viu um cara entrando, parecia que ele não queria ser visto, você o encarava, sua chefe  chegou por trás silenciosamente quando disse em tom alto:
- Não viu que tem um cliente não gringuinha?
Você se assustou e disse:
- Ele é estranho, olha pra ele, está com o rosto sendo coberto pela touca, e se ele me fizer algum mal?
- Ele vai estar fazendo um favor pra mim, agora vá trabalhar porque você é paga para isso.
Você virou os olhos, e foi com cuidado, sua chefe ficou te olhando.
- Eu posso ajudar o senhor? Deseja algo?
Você ouviu um sussurro, sabia que ele realmente não queria ser visto, você voltou o seu olhar para a sua chefe mas ela não estava mais lá.
- Desculpe senhor, mas eu não entendi.
- Sente-se.
Você se sentou com cautela, e ficou olhando pra ele.
- O senhor está bem?
- Pode me chamar de Liam.
Quando ele te olhou e você pode ver que era Liam Payne na sua frente.
- Liam, você está bem? Porque está ai todo coberto?
- Eu queria sair sem que ninguém me visse, assim não teria que sair com um monte de segurança se é que você me entende.
- Hãa, eu não entendo não. Você disse mexendo a cabeça de forma negativa e olhando pro lado. Liam riu.
- Então, eu posso anotar o seu pedido?
- Me faça companhia.
Você riu: - Te fazer companhia?
- É você ta entediada, eu também, eu pago um café pra gente.
Nessa hora sua chefe chegou perto de vocês e disse:
- Você não deve se sentar na mesa de um cliente sua brasileirinha.
Você olhou para a sua chefe e olhou para Liam, você se levantou e disse: - Desculpe senhor, eu só pensei que podia ajudar.
Nessa hora Liam se levantou e tirou a touca e disse: - Na verdade ela é minha convidada. Nos traga dois cafés e algumas panquecas. E sorriu ironicamente.
Todos os seus colegas de trabalho ficaram de boca aberta ao ver o ego da tal chefe ir lá em baixo.
-  Nanda, dois cafés e panquecas. Disse sua chefe para outra empregada, enquanto observava vocês.
- Brasileirinha é?
- Bom, eu sou aluna de intercâmbio, sou do Brasil, e como ela me odeia me chama assim, acha que me ofende, mal sabe ela o orgulho que tenho de ser brasileira.
Liam sorriu e disse:
- Fico admirado com isso. Você sorriu.
- Mas então senhorita?
- (S/N) o meu nome é (s/n)
- É um belo nome.
- Obrigada, você é muito gentil.
- Imagine, Mas então (S/N) você não gosta de trabalhar aqui não é mesmo?
- Nem um pouco.
- E o que faz aqui?
- Bom, se eu não der um jeito de me sustentar ninguém dá.
- Você é sincera assim sempre? Ele sorriu.
- Desculpa, é estranho, falar de “trabalho pra me sustentar” para você.
- Porque? Liam ficou curioso.
- Porque você é milionário, não precisa disso.
- Bom, eu já fui como você, todo mundo sempre esquece isso.
- É eu não tinha parado pra pensar nisso.
Os dois se olharam intensamente por alguns minutos.
- Então, aquela sua chefe deve ser o motivo dos seus pesadelos.
- Que maldade Liam. Ambos riam.
O Café e as panquecas chegam. Você tira as suas mãos que estavam entre as pernas para tocar a xicara, e Liam percebe que elas estão muito brancas então ele toca em uma delas. Você não viu, apenas sentiu as mãos quentes dele.
- Suas mãos estão geladas. Ele te olhou nos olhos.
- Ainda não me acostumei com o frio de Londres.
- A meu deus. Por que não disse antes que estava com frio. Ele se levantou tirando o casaco e colocando em você.
- Liam não precisa. Faz parte. Você sorriu.
- Você é tão humilde, gosto disso.
Você se sentiu um peixinho fora da água nessa hora. Então você começou a tomar seu café, sempre olhando Liam.
- E como vai o resto da one direction?
- Estão todos bem, a gente tem trabalhado muito.
- É eu imagino.
Você olha para o relógio e vê que deu seu horário.
- Liam, o meu horário acabou, eu preciso ir embora. Você disse já se levantando da mesa.
- Espera, eu levo você.
- Não precisa, sério, não é muito longe daqui.
- Está nevando lá fora, e agora são três e meia da madrugada, não vou te deixar ir sozinha.
Você que já estava cansada e não queria discutir aceitou. Vocês se levantaram e Liam foi pagar quando você o impediu e disse, eu vou pagar também.
- Qual é (S/N) já disse que te convidei, eu pago.
- Nada disso Liam, eu comi também então vou ajudar a pagar.
- Não vou deixar que gaste seu dinheiro. E antes que você pudesse pegar a carteira Liam pagou. Você suspirou e moveu seu rosto negativamente. Liam estava encantado com a sua simplicidade.
Você se despediu dos seus colegas de trabalho, e de sua chefe, e foi com Liam para o carro. Ao sair do restaurante vocês sentiram um vento gelado no rosto, e você começou a tremer. Liam abriu a porta para que você entrasse. E em seguida entrou do seu lado. Você estava congelando.
Você explicou para Liam onde era a sua casa. Não era muito longe dali, uns cinco minutos de carro e vocês estavam lá.
Ao chegar, você olha para Liam e diz:
- Não quer entrar?
- Não vou atrapalhar você?
- Não, claro que não, amanhã é sábado e  eu não tenho aula.
- Então eu aceito.
Você pediu pra que Liam colocasse o carro na sua garagem e ele fez. Vocês saíram do carro e você abriu a porta e assim que ele passou você trancou ela. A sua casa era simples, afinal era só você. Tinha muitas fotos do Brasil, Liam ficou olhando ela quando disse:
- Sua casa é tão quentinha. Você sorriu.
- Ela é simples, mas é o meu porto seguro aqui em Londres.
- Você mora aqui sozinha?
- sim, sim.
- Que foto é essa?
- Foi o meu ultimo ano na escola, e no Brasil.
- Você parecia ter muitos amigos lá. Liam te olhou ao dizer isso. E você sorriu sem querer.
- Sente falta de lá?
- Muita. Mas eu amo Londres e não pretendo ir embora.
- Você sorri quando fala do Brasil. Nessa hora você olhou Liam, e os rostos de vocês se colaram. Você ficou sem graça e saiu daquele momento constrangedor.
- Você quer um suco, Leite quente, alguma coisa?
- Não obrigada.
- O que quer fazer Li ?
- Quero saber mais sobre você. Ambos se sentaram no sofá.
- Sobre mim?, bem não tem nada muito interessante. Mas pergunta ai.
- Você já namorou algum inglês?
- Sai com alguns caras, mas nenhum me chamou a atenção.
- E você ta aqui a quanto tempo?
- Dois meses.
- E você quer sair comigo amanhã? Liam ficou sorrindo
- A si.. espera ai, o que disse? Você ficou surpresa, não esperava por essa.
- Eu quero saber se ta afim de sair comigo amanhã.
- Vai ser legal.
Vocês ficaram se encarando por um bom tempo até que Liam tomou uma atitude e foi se aproximando de você, você percebeu, e ficou sem reação alguma. Liam não parava de olhar sua boca, até que ele te beijou. Você correspondeu segurando a nuca dele. O beijo terminou e vocês ficaram se olhando.
- Você precisa descansar, eu já vou indo.
- Tudo bem.
Liam pegou o seu telefone e saiu de sua casa, assim que ele foi embora você estava derretida. Você tinha conseguido fingir bem, mas Liam era o garoto dos seus sonhos desde que você era adolescente.
Você mal conseguiu dormir a noite, não parava de pensar nele, foi pegar no sono já amanhecendo.
Você acordou meio dia com uma mensagem de Liam, que dizia que ele havia adorado a sua companhia, e que queria te encontrar hoje novamente em um parque que era perto de sua casa. Você ligou para Liam e vocês combinaram um horário.
Você se levantou, e foi se arrumar pois ás três horas você deveria se encontrar com ele. Duas e meia você saiu de casa, pois havia muita neve. Você, realmente gostava da neve mas ainda não havia se acostumado com o frio de lá.
Chegando ao parque, você viu que Liam estava rodiado de fãs e que Paul estava com ele, você se sentiu um peixinho fora do aquário sem saber o que fazer. Então você ficou parada olhando para ele.
Liam te avistou e abanou a mão em forma de comprimento, você apenas deu um sorriso.
- Paul, você pode ir lá buscar ela em segurança? Disse Liam para Paul.
Então Paul te comprimentou e te levou até ele, você não estava acostumada com tantos fotógrafos e você ficou grudada á Liam o tempo todo. Vocês se divertiram e o dia foi longo, e nenhum tocou no assunto  do beijo na noite anterior. Vocês também não se beijaram em publico mas todos comentavam o quão apaixonante era o olhar de Liam para você. Vocês ficavam de mãos dadas o tempo todo, e aquilo para você parecia um sonho.
No final da tarde você chamou Liam para ir á sua casa. Ele aceitou, vocês saíram do parque e foram para a sua casa. Chegando lá, ele deu a ideia de vocês assistirem um programa de charadas na tv. Você topou, o programa era divertido, e todas as charadas que o apresentador fazia Liam conseguia acertar. Então ele disse:
- Ta bom, tenta essa : É linda, roubou o coração de alguém
Você sorri.
Liam termina:
- E está sorrindo agora.
Você sem responder olha para ele, e o beija. Foi algo tão natural, que quando você se deu conta de que havia tomado uma atitude você o largou. Então ele disse:
- Você me faz bem. A gente devia sair mais vezes. Você concordou, e ambos voltaram a assistir o programa. Você acabou adormecendo no colo de Liam. Ele por sua vez tinha que ir embora, pois teria uma gravação de um programa no dia seguinte, ele não queria ir sem se despedir. Então deixou um bilhete. Ele tirou seu rosto do colo dele com cuidado para que você não acordasse e te levou até o seu quarto. Pegou duas cobertas no armário e cobriu você. Deixou o bilhete do seu lado.
Você acordou de ás onze em ponto, mal lembrava do que havia acontecido. Você viu o bilhete do seu lado que dizia:
“Você estava linda demais dormindo, por isso eu não acordei você, hoje, ás onze horas ligue sua TV no canal 7, eu te amo, e te ligo assim que eu puder”.
Você sorriu de imediato. E correu para ligar á tv no tal canal, e lá estava Liam, dizendo que conheceu uma garota incrível, uma garota que o fez lembrar que as vezes a simplicidade é a melhor qualidade que alguém pode ter. Uma garota que o fez lembrar de quando um sorriso bastava para ser feliz. E que um abraço as vezes era o melhor conselho que alguém poderia dar. Uma garota que o mostrou que um olhar pode dizer muita coisa, e que o nome dessa garota era: (S/N) .

 Escrito por: J.M


3 comentários